Avançar para o conteúdo principal

Luso-descendente desaparecida há 12 anos

Venezuela:desaparecida há 12 anos
Venezuela: Luso-descendente desaparecida há 12 anos viveu na rua e passou fome até reencontrar a família
Caracas, 02 mar (Lusa) - A luso-descendente que reencontrou a família há uma semana depois de ser dada como desaparecida nas enxurradas de 1999 em Vargas, Venezuelana, julgava que os pais tinham morrido, viveu nas ruas de Caracas e passou fome.



"Algumas vezes dormi nas ruas, passei fome, rezava muito para que não me acontecesse nada porque onde estava era um bairro horrível", disse à Lusa, após o reencontro com a família a quem também foi dito que ela desaparecera.
Carla Ures tem agora 21 anos e recentemente foi localizada pela mãe, Lucinda Nunes através do Facebook. Está feliz, mas não consegue habituar-se a que lhe chamem Angely Sofia Nunes, o nome do registo de nascimento. Ela não se recorda da tragédia nem da sua infância.
Na sua memória estão frescos apenas os acontecimentos dos últimos seis anos. Recorda-se que, depois da tragédia, viveu com uma senhora que é incapaz de identificar e a quem "não chamava mamã" e por isso hoje acredita ter sido abandonada.
Um dia foi levada para o colégio e ninguém a foi buscar, depois apareceu um polícia que a levou a um lar onde chegou "envergonhada, de olhar cabisbaixo", porque não sabia como se chamava. Foi lá que lhe disseram que se chamava Carla e que a sua família tinha morrido.
Por não gostar de regras fugiu com uma amiga. Hoje diz sentir-se livre e dorme até ao meio-dia.
Quando vivia nas ruas de Caracas, apaixonou-se por um rapaz e ficou grávida. Ele negou ser o pai e "teve que enfrentar toda a família que dizia que o bebé não era dele". Foram as freiras da instituição onde viveu nos últimos dois anos que a ajudaram.
Carla Ures diz, "por estar muito de moda", abriu uma página no Facebook sem suspeitar que seria por essa via que a mãe a viria a localizar.
Um dia foi contactada por Carlos Ferreira, um madeirense que lhe pediu amizade e que lhe explicou que tinha uma irmã em Valência (Venezuela) à procura de uma filha desaparecida nas enxurradas de Vargas.
A jovem aceitou falar por telefone com Lucinda Nunes, a "mãe desesperada que procurava a filha", mas ficou "em choque, nervosa", desconhecendo que a madeirense viajou horas depois para a Caracas, fazendo-se passar por uma irmã da congregação San Vicente de Paulo, que estava a organizar uma festa no lar.
"Quando a vi fiquei nervosa, baixou-me a tensão. Estávamos brincando, ela chegou e eu pensava que era uma convidada mas notei que olhava muito para mim. Quase terminando a festa, soube com quem tinha falado, fiquei muito nervosa, paralisada, nem pude dizer-lhe obrigada pelos presentes e tiveram que levar-me à enfermaria", recorda.
Carla, que chegou a pedir ajuda a um tribunal para saber da família, explica que, marcado o segundo encontro, "estava mais relaxada" mas ainda nervosa porque não queria "falsas ilusões".
Agora troca muitos sms com o irmão mais velho, o Victor, porque é "algo fechado" e "precisa de mais tempo". O irmão mais novo, Sérgio, é "envergonhado" mas é com ele que tem mais contacto.
Quanto ao pai diz que "está tudo bem", mas custa-lhe relacionar-me com ele: "Aceitar que é meu pai."
Sente-se muito identificada com a mãe, pela sua "forma de ser, como trata as pessoas" e por expressar-se livremente. É com ela que passa parte do dia no restaurante onde aprende a preparar o frango e conhece novas pessoas.
"Acho que o meu futuro está super bem assegurado e agora quero terminar os meus estudos", disse.
Sobre o país onde nasceram os pais, Carla Ures sabe apenas "que Portugal é um país muito bonito, que tem os melhores jogadores de futebol". Sabe quem é o Figo e desde há algum tempo tem uma foto do Cristiano Ronaldo na sua página do Facebook.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A FORÇA DO QUERER | Tema de Abertura | Caetano Veloso - O Quereres

Guilherme Berenguer cotado para protagonista de minissérie bíblica

Guilherme Berenguer, já na reta final de gravações de “Vidas em Jogo”, é um nome bastante cotado para viver o protagonista da minissérie sobre “José do Egito”. Alexandre Avancini, diretor, pretende iniciar as gravações em julho.

Via: Flávio Ricco

Giovanna Lancellotti: Faz sucesso ao exibir seios em Gabriela.

Giovanna Lancellotti causou um grande alvoroço ao aparecer com os seios à mostra em “Gabriela”, durante uma cena de banho, após a personagem perder a virgindade. Durante a exibição, a intérprete de Lindinalva virou comentário nas redes sociais, atraindo ainda mais o desejo dos marmanjos em vê-la numa publicação nua. Mas a atriz, que só tem 19 anos, diz que não pensa no assunto. "Recebi alguns convites para ensaios sensuais e apesar de estar com um personagem sensual na TV isso não quer dizer que necessariamente tenha que ser sensual na minha vida pessoal. Acho que sou muito nova para pensar em fotos muito sensuais ou ensaio nu nesse momento", diz.
Fonte: Extra/Retrados da Vida

VEM AÍ | Marido en Alquiler

Entrevista a los protaganistas de la novela Marido en Alquiler (Fina Estampa) muy pronto por Telemundo

A FORÇA DO QUERER | Abertura

VALE TUDO - CAP. 169



ANJO SELVAGEM | Episódio 136 -25/02/2013 (TVI Ficção - Portugal)

ÚLTIMO EPISÓDIO | Equador (Episódio 028 Último Episódio - 13/04/2013) TVI - Portugal

ÚLTIMO EPISÓDIO | Equador (Episódio 028 - 13/04/2013) TVI - Portugal

«Equador» 

baseado na obra homónima de Miguel Sousa Tavares, sucesso ímpar no mercado literário nacional e além fronteiras.
Esta história, com um final inesperado e surpreendente, tem como pano de fundo a beleza selvagem do arquipélago equatorial, com as suas praias de areia fina e floresta de vegetação luxuriante. Equador é a história de um homem que ousou levar o seu destino até às últimas consequências.

CARAS & BOCAS | Capítulo 141 - Última Semana - 28/07/2014 (Globo - Brasil)